sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

The Creature – Triptyque Arquitetura – Bienal de Shenzen e Hong Kong 2009

Projeto Arquitetônico : Triptyque Arquitetura
Cálculo Estrutural e Design : Eng. Alan Dias


A história da “creature” é bem interessante! Tudo começou com os arquitetos da Triptyque me solicitando ajuda para o projeto de uma criatura para a Bienal de Shenzhen e Hong Kong (China). A criatura seria feita de madeira, bambu, cordas e palha. Topei o desafio e cheguei num resultado bem interessante. É basicamente um tripé de bambu composto com 3 ou 4 varas de bambu, aparafusadas uma nas outras pra conter a flambagem nos “pés” da criatura. Pra que ela ficasse no lugar criei um “balde” metálico onde fixamos o tripé. Pra contraventar a estrutura toda contra as “rajadas” de vento chinesas, criei um desenho que funcionasse com cordas tipo sisal, amarradas de uma maneira engenhosa. O “olho” da criatura é um receptáculo de bambu curvado e trançado com fitilhos, coberto com palhas de coqueiro secas. Fiz até um vídeo pros chineses entenderem o funcionamento da “criatura” e os auxiliassem na montagem da mesma. Eles adoraram! 
Posso dizer que me diverti MUITO fazendo este trabalho, meu primeiro projeto internacional, e o resultado final foi bem gratificante e por que não falar… bem estranho!


dzn_Shenzhen-and-Hong-Kong-Biennale-6 dzn_Shenzhen-and-Hong-Kong-Biennale-13 CreatureMG_0001 P1060149 L1040613_1600x900 Scanner070

7 comentários:

Esquissando arquitetura e urbanismo disse...

Alan, acho muito legal o teu trabalho kra. Qual é esse software de calculo que vc usou pra fazer essa estrutura?

Carlos disse...

olá Alan! Gostei muito da estrutura e do video que colocas te para explicar o funcionamento da mesma. Parabéns pelo otimo trabalho!

André disse...

Sensacional!

Anônimo disse...

Esquissando,

Parece que o software é o Metálica 3D.

Fabio Lanfer disse...

Muito Bom Alan! parabéns!

Silvio disse...

Alan,
Se seu trabalho é bacana assim suas férias então são um espetáculo.
Muito bom, parabéns!

Além do que se vê... disse...

Olá.
Encontrei seu blog há algum tempo, não me recordo de ter entrado em contato. Trabalho com madeira em Botucatu, e gostaria de saber se você tem algum estudo (ou sabe onde encontro) sobre a resistência do pinus.
Agradeço desde já.
Manoel.